Avançar para o conteúdo principal

Parede de escala, "Queremos trepar ou escalar?"

O grupo Kiduplay tem uma nova valência, desde Outubro 2018, incorporou know-how e técnicos da Patorra nos seus quadros.

Desta fusão surgiu uma questão pertinente, "Os nossos clientes querem trepar ou escalar?", ou seja, criamos paredes de escalada técnicas e desafiantes vocacionadas para os desportistas ou um produto para diversão?

A resposta está exactamente na génese de cada uma das marcas.

Kiduplay serve os interesses pedagógicos dos mais novos e procura criar equipamentos que lhes aportem prazer (conheça as linhas terapêutica, lúdica e escolar).
Patorra busca um produto de qualidade técnica superior, desafiante para os amantes e profissionais da escalada (vejam as linhas escolar técnica, desporto e profissional).

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Equipagem directa, uma solução em conta de escalada

No cenário urbano existem inúmeras oportunidades para criar locais propícios à iniciação da escalada. Sempre que tivermos acesso a paredes em betão, correctamente varejadas, armadas, em suma, integras podemos construir, com recurso a "porcas inox", boulders e paredes de escalada. São vários os exemplos que intervimos no universo escolar mas este boulder muito simples, instalado na EB1 de Glória / Aveiro é um bom exemplo para incutir o prazer da escalada em crianças. Existem vários exemplos espalhados pelo mundo que queremos destacar, ou pela vertente lúdica ou pela espectacularidade conheça-os no nosso site ( http://equipagem.kiduplay.com )

Home Climbing

O malfadado corona virus obrigou as famílias a estar em confinamento, neste período notamos um aumento significativo na procura de paredes de escalada para a família. Não tínhamos um produto desenhado, tanto em facilidade de montagem como em preço, para esse segmento. Neste momento já o temos e conseguimos transformá-lo numa opção "DO IT YOURSELF!" com venda na nossa loja online ( store.kiduplay.com ) e bastante informação adicional em ( homeclimbing.kiduplay.com ), só falta calçar os pés de gato e cruzar as vias com a família.